Informamos que se encontram afixadas as pautas dos alunos admitidos na escola e respetivos cursos.

A constituição das turmas foi feita de acordo com o estipulado no regulamento interno da escola, respeitando, sempre que possível, os seguintes critérios:

  1. apresentar equilíbrio entre alunos de ambos os géneros;
  2. evitar um número elevado de alunos repetentes em cada turma;
  3. respeitar as opções pretendidas pelos alunos;
  4. respeitar os pedidos formulados pelos encarregados de educação, desde que estes tenham sido entregues no ato da matrícula e estejam devidamente fundamentados.

Assim, serão indeferidos os pedidos de mudança de turma que não estiverem devidamente fundamentados ou comprometam a aplicação dos critérios acima referidos.

Esses pedidos devem ser apresentados nos serviços administrativos, até 31 de agosto, em requerimento formulado em modelo próprio, disponível na papelaria da escola, e devem ser acompanhados de eventuais comprovativos dos motivos alegados.

 

Divulga-se o mapa de exames nacionais e de equivalência à frequência, para a 2.ª fase. Neste mapa já consta a componente oral dos exames nacionais de línguas estrangeiras.

A divulgação deste calendário, não invalida a consulta e confirmação do que se encontra afixado na escola.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Informam-se todos os candidatos a um curso profissional que, alguns destes cursos, têm pré-requisitos para acesso.

Os encarregados de educação devem confirmar se os seus educandos cumprem os requisitos exigidos, indicados abaixo, ao matricularem-se nas escolas de origem.

Curso profissional:

  • Técnico de Desporto - atestado de robustez física, onde esteja explícito que o candidato tem condições para a prática continuada de várias modalidades desportivas;
  • Técnico de GPSI - realização de uma prova lógico-dedutiva, a ser realizada na escola;
  • Técnico de Turismo - classificação superior a 3 valores na disciplina de Inglês no 9.º ano.

 

Informam-se todos os candidatos a um curso profissional que, alguns destes cursos, têm pré-requisitos para acesso.

Os encarregados de educação devem confirmar se os seus educandos cumprem os requisitos exigidos, indicados abaixo, ao matricularem-se nas escolas de origem.

Curso profissional:

  • Técnico de Desporto - atestado de robustez física, onde esteja explícito que o candidato tem condições para a prática continuada de várias modalidades desportivas;
  • Técnico de GPSI - realização de uma prova lógico-dedutiva, a ser realizada na escola;
  • Técnico de Turismo - classificação superior a 3 valores na disciplina de Inglês no 9.º ano.

 

Tendo surgido dúvidas acerca da utilização de exames realizados na 2.ª fase para efeitos de acesso ao ensino superior, relembra-se a leitura do excerto do Guia Geral de Exames 2018 que esclarece as condições em que essas provas podem ser utilizadas.

Os exames realizados na 2.ª fase só podem ser utilizados, como provas de ingresso, na candidatura à 2.ª fase dos concursos de acesso ao ensino superior, no próprio ano escolar ou nos dois anos subsequentes.

Excecionam-se desta limitação os exames de disciplinas não pertencentes ao plano de estudos realizados na 2.ª fase por alunos que tenham realizado na 1.ª fase um exame calendarizado para o mesmo dia e hora, sem prejuízo do referido no n.º 27, do referido regulamento.

Só são considerados no cálculo da classificação final do ensino secundário na candidatura à 2.ª fase dos concursos de acesso ao ensino superior do mesmo ano escolar. Na candidatura em anos subsequentes, estes exames podem ser considerados no cálculo da classificação final do ensino secundário para candidatura a qualquer das fases de acesso ao ensino superior.

Para o pedido de auxílios económicos, os alunos devem fazer prova do seu posicionamento nos escalões de atribuição do Abono de Família mediante entrega da declaração do escalão de abono atualizada e que é emitida pela Segurança Social (com data de 2018), que pode ser obtida através da Internet, ou, quando se trate de trabalhador da Administração Pública, pelo serviço processador.

Os impressos para o pedido dos auxílios económicos devem ser obtidos na papelaria e entregues nos serviços administrativos.

 

Informamos os alunos que pretendem renovar o transporte escolar (autorizado no ano letivo anterior) para o ano letivo 2018/2019, devem para o efeito, entregar nos Serviços Administrativos a ficha de transporte escolar até 31 de maio de 2018.  O encarregado de educação deverá proceder à validação/ atualização dos dados constantes na "Ficha de Renovação do Transporte Escolar" existente na escola.

Os alunos que frequentam esta escola e é primeira vez que apresentam candidatura, por alteração da freguesia de residência ou outra situação, deverão preencher o "Boletim de Candidatura ao Transporte Escolar" e reunir todos os documentos necessários (mencionados no Boletim e no Regulamento) e entregar nos Serviços Administrativos a ficha de transporte escolar até 31 de maio de 2018.

Os alunos que vêm pela primeira vez para esta escola e residem no concelho de Mafra deverão dirigir-se aos Serviços Administrativos, após a saída da lista de alunos admitidos, e entregar o "Boletim de Candidatura ao Transporte Escolar", juntamente com todos os documentos necessários (mencionados no Boletim e no Regulamento).

Divulga-se a lista dos manuais escolares adotados para o ano letivo 2018/2019 para os cursos científico-humanísticos. A lista encontra-se ordenada por ano e disciplina.

Nas disciplinas dos cursos profissionais, os professores poderão recomendar a compra de manuais para alguns dos módulos a lecionar.

Avisam-se todos os alunos subsidiados que não podem adquirir os manuais escolares sem contactarem previamente os serviços administrativos, sob pena de não serem reembolsados. Os manuais escolares necessários deverão ser requisitados nesses serviços até dia 3 de agosto.

 

No ano letivo 2018/2019 a escola oferece vários tipos de formação de jovens:

* O funcionamento de qualquer dos cursos, agora divulgados, depende da existência de um número mínimo de alunos que garanta a sua abertura.

Já se encontra disponível o formulário de pré-inscrição para os cursos profissionais a iniciarem no ano letivo 2018/2019.

A pré-inscrição não é vinculativa pelo que o processo de inscrição tornar-se-á definitivo após a análise, por parte deste estabelecimento de ensino da situação dos candidatos, e posterior matrícula.

Os pais e encarregados de educação, dos alunos a frequentar o 9.º ano de escolaridade, podem participar numa reunião a realizar no dia 6 de junho de 2018, pelas 18 horas, no Auditório da Escola Secundária José Saramago – Mafra, para conhecer a oferta educativa e formativa da escola, para o próximo ano, e visitar as instalações da escola.