Informa-se que a candidatura à BOLSA DE MÉRITO para o ano letivo 2021/2022 deve ser formulada até ao dia 30 de setembro, nos Serviços Administrativos da Escola, em requerimento próprio que deve ser adquirido na reprografia da escola.

Documentos necessários:

  • Requerimento em impresso próprio;
  • Apresentação do Cartão de Cidadão do aluno;
  • Apresentação do Cartão de Cidadão do encarregado de educação (quando aluno menor);
  • Certidão de classificações para os alunos que não frequentaram a escola no ano letivo transato;
  • Comprovativo do IBAN da conta bancária do encarregado de educação ou do aluno quando maior.

NOTA: A Bolsa de Mérito destina-se a alunos que tenham apresentado candidatura aos apoios sócio educativos e estejam em condições de beneficiar desses apoios (Escalão A ou B), e tenham obtido, no ano letivo anterior, aprovação em todas as disciplinas, ou módulos, do plano curricular e uma classificação média anual:

a) Igual ou superior a nível 4, para os alunos que frequentaram o 9.º ano;
b) Igual ou superior a 14 valores, para os alunos que frequentaram o 10.º ano ou o 11.º ano.

A Bolsa de Mérito é acumulável com a atribuição dos auxílios económicos definidos para os alunos do Ensino Secundário.

Informam-se os Encarregados de Educação dos alunos beneficiários dos escalões 1, 2 ou 3 do abono de família que para terem acesso aos apoios da Ação Social Escolar correspondentes (no caso do escalão 3 do abono é apenas atribuído o computador do programa Escola Digital) devem entregar nos Serviços Administrativos o boletim de candidatura e o comprovativo emitido pela Segurança Social, devidamente validado e com data posterior ao mês de maio, caso ainda não o tenham feito.

 

Para o pedido de auxílios económicos, os alunos devem fazer prova do seu posicionamento nos escalões de atribuição do Abono de Família mediante entrega da declaração do escalão de abono atualizada e que é emitida pela Segurança Social (com data de 2019), que pode ser obtida através da Internet, ou, quando se trate de trabalhador da Administração Pública, pelo serviço processador.

Os impressos para o pedido dos auxílios económicos devem ser obtidos na papelaria e entregues nos serviços administrativos.