Publica-se a lista de manuais escolares adotados a vigorar no ano letivo 2021/2022.

 

Divulga-se o calendário da época de julho das provas de progressão modular.

No dia de cada prova estará afixado na portaria o mapa diário com a indicação das salas.

ALTERADO a calendarização da Componente Oral da Prova 646 - Espanhol 

Divulga-se o calendário da 1ª fase dos Exames Nacionais e Provas de Equivalência à Frequência.

 

 

 

Nos termos do artigo 16º do Despacho Normativo 10‑A/2021, de 22 de março , os alunos que faltarem à 1.ª fase dos exames finais nacionais ou das provas de equivalência à frequência, por motivos graves, de saúde ou outros que lhes não sejam imputáveis, podem, excecionalmente, realizar, na 2.ª fase, as provas ou os exames a que faltaram, desde que autorizados pelo Presidente do Júri Nacional de Exames, no caso dos alunos do ensino secundário, após análise caso a casosendo que a falta injustificada a uma prova da 1.ª fase impede o aluno de realizar essa prova na 2.ª fase. 

O encarregado de educação ou o aluno, quando maior, deve apresentar requerimento e a respetiva justificação ao diretor da escola no prazo de cinco dias úteis a contar do dia seguinte ao da realização da prova a que o aluno faltou, prazo após o qual os requerimentos serão liminarmente indeferidos.

Para o processo ser instruído pela escola devem ser entregues, além do requerimento, cópias dos  documentos emitidos por entidades competentes que comprovem inequivocamente a situação grave que impediu o aluno de efetuar as provas e exames na 1.ª fase.

Os alunos que se encontrem isolamento profilático/vigilância ativa/doença ativa, por determinação da Autoridade de Saúde, devido a infeção por SARS-CoV-2/COVID-19, para a realização de provas e exames finais nacionais na 2.ª fase, deverão apresentar um comprovativo de obrigatoriedade do confinamento.

A autorização de ida à 2.ª fase de exames como se da 1.ª fase se tratasse é matéria da responsabilidade da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES), pelo que se aguarda ainda uma decisão deste organismo.

Modelos de requerimento a apresentar:
» Aluno menor de idade
» Aluno maior de idade

Esta informação não dispensa a consulta do Despacho Normativo 10‑A/2021, de 22 de março.

Para mais informações contactar: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Informam-se os alunos/encarregados de educação que, de acordo com a legislação vigente, devem proceder à devolução dos manuais distribuídos gratuitamente, levantados na Escola ou através de vouchers disponibilizados na plataforma MEGA.

A devolução ocorrerá num espaço adjacente à portaria, para o qual os alunos/encarregados de educação serão encaminhados à chegada.

Ficam excluídos do processo de devolução os manuais que serão utilizados para a preparação dos alunos com vista à realização de provas e exames a realizar este ano ou no próximo, no caso das disciplinas trienais. Os manuais referentes aos exames deste ano serão devolvidos no prazo de três dias após a afixação dos respetivos resultados, em calendário a anunciar.

No momento da devolução, os manuais serão classificados de acordo com o estado de conservação que apresentem. Para serem considerados aptos para reutilização, os manuais não podem estar escritos, mesmo que a lápis. Depois de registada essa classificação, será entregue um recibo provisório da devolução dos manuais. O recibo definitivo, emitido através da plataforma MEGA, será enviado posteriormente.

 

Recordamos que, de acordo com a legislação em vigor:

» No caso de não devolução dos manuais escolares em bom estado por parte do aluno, a penalidade prevista pode consistir na devolução ao estabelecimento de ensino do valor integral do manual. Caso o valor não seja restituído, o aluno fica impedido de receber os manuais gratuitos do ano seguinte.

» Todos os manuais têm de ser entregues para que sejam emitidos novos vales, excetuando-se os casos em que o manual será utilizado no ano seguinte.

» O encarregado de educação ou o aluno, quando maior, podem optar por não devolver o(s) manuais, devendo, nesse caso, pagar o valor de capa dos livros não devolvidos.

 

Na primeira fase os manuais serão devolvidos na escola, de acordo com o calendário que se segue: 

 

Nota: Os alunos do 10º ano dos cursos científico-humanísticos não devolvem manuais este ano, uma vez que todos os manuais recebidos correspondem a disciplinas para as quais existem exames nacionais.

 Nota Informativa (PDF)

 

Está aberta a inscrição na época de julho das Provas de Progressão Modular, em relação à qual se informa que:
 
» A época de julho das Provas de Progressão Modular decorrerá de 12 a 23 de julho, em calendário a divulgar após o período de inscrição;
»inscrição na época de julho das PMM decorrerá entre 23 de junho e 01 de julho
» Os alunos podem inscrever-se a um máximo de 4 provas;
» Não excedendo o limite anterior, os alunos podem realizar 2 provas para melhoria de classificação de módulos capitalizados por frequência durante o ano letivo;
» O boletim de inscrição pode ser adquirido na Papelaria e é entregue nos Serviços Administrativos;
» No caso de provas feitas através de trabalhos, a discussão dos mesmos será feita no dia agendado para a prova;
» Nenhum aluno pode realizar duas provas no mesmo dia, com exceção das provas práticas de educação física;
» Em caso de dúvidas relativamente aos módulos/UFCD que têm em atraso, os alunos devem solicitar esclarecimentos aos respetivos Diretores de Curso;
» A inscrição nas provas para capitalização está sujeita ao pagamento de uma caução de 5€ por prova, a ser devolvida em caso de aprovação;
» A inscrição nas provas para melhoria está sujeita ao pagamento de uma caução de 10€ por prova, a ser devolvida em caso obtenção de uma classificação superior à que detêm;  
» Os alunos cujas atividades letivas se prolonguem além do prazo de inscrição, podem alterar a sua inscrição, de modo a acrescentar módulos finalizados tardiamente, no prazo de 2 dias após a sua conclusão.
 

Informam-se todos os alunos com Classificação Final da Disciplina (CFD) inferior a 10 no final do ano letivo que:

» o prazo para a alteração da situação do Exame Nacional ou Prova de Equivalência à Frequência é de 48 horas após afixação das pautas.
» o requerimento é feito presencialmente nos Serviços Administrativos, em folha branca, assinado pelo encarregado de educação ou pelo próprio, no caso de aluno maior de idade.
» A inscrição do aluno no PIEPE é aberta na hora e a alteração pretendida efetuada de imediato, tal como a validação da alteração realizada.
 

As matrículas para o ensino secundário decorrem entre 18 e 30 de junho.

Consulte:
 
 
> ALUNOS QUE VÃO FREQUENTAR A ESJS NO ANO 2021/2022
 
Quem tem de recorrer ao portal das matrículas?
- Alunos que vão frequentar o 10º ano pela primeira vez
- Alunos que pretendem iniciar um novo percurso formativo (mudança de curso ou mudança de disciplinas de opção)
- Alunos que transitam para o 12º ano dos cursos científico-humanísticos
 
O acesso ao portal das matrículas é feito em: https://portaldasmatriculas.edu.gov.pt/
 
 
Quem tem a matrícula renovada automaticamente?
- Alunos que transitam para o 11º ano dos Cursos Científico-Humanísticos
- Alunos retidos nos 10 e 11º anos dos Cursos Científico-Humanísticos que não pretendem alterações ao seu percurso formativo (vão-se manter no mesmo curso com as mesmas disciplinas de opção)
- Alunos dos Cursos Profissionais, que se encontram dentro da escolaridade obrigatória (menores de 18 anos)
 
Nestes casos, os alunos devem ter os dados atualizados no sistema Inovar.
 
Informação adicional:
» Guião de atualização de dados (brevemente)
 
Quem tem de confirmar a renovação da matrícula nos serviços administrativos? 
   - Alunos dos Cursos Profissionais, que se encontram fora da escolaridade obrigatória (maiores de 18 anos)
   - Alunos que não concluam o 12º ano dos Cursos Científico-Humanísticos, após a afixação dos resultados dos exames nacionais 
 
Transportes e ação social escolar     
 
Informação adicional:
» Guião de transportes e ação social escolar (brevemente)
 
 
 
>TRANSFERÊNCIAS
 
A matrícula dos alunos do ensino secundário que pretendem mudar de estabelecimento de ensino, no ano de 2021/2022, processa-se exclusivamente no Portal das Matrículas, de 18 a 30 de junho. O acesso ao portal das matrículas é feito em: https://portaldasmatriculas.edu.gov.pt/