Informa-se que o pedido de consulta de prova se realiza entre os dias 20 e 21 de outubro, das 9H00 às 16H30.

O requerimento para consulta da prova (Modelo 09/JNE) em formato PDF editável (Modelos editáveis.), deve ser descarregado, preenchido e enviado para o correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., pelo encarregado de educação ou pelo próprio aluno, quando maior, e deve ser dirigido à Presidente da CAP.

Os pedidos devem ser levantados presencialmente no dia útil a seguir ao do pedido, no secretariado de exames, em horário a designar.

Informação

Os alunos que não realizaram os exames finais nacionais na 1.ª fase por se encontrarem em confinamento obrigatório pelo facto de estarem infetados pela doença COVID-19 ou por ter sido determinada por autoridade de saúde a vigilância ativa sobre as suas situações ou, ainda, por terem sido afetados por graves motivos de saúde, designadamente intervenções cirúrgicas, já devidamente autorizados para irem à 2.ª fase, terão de entregar na sua escola, até dia 17 de setembro de 2021, o requerimento a solicitar a realização de provas e exames na época especial, com a especificação das respetivas disciplinas.

Os alunos que não realizaram os exames finais nacionais na 2.ª fase por se encontrarem em confinamento obrigatório pelo facto de estarem infetados pela doença COVID-19 ou por ter sido determinada por autoridade de saúde a vigilância ativa sobre as suas situações ou, ainda, por terem sido afetados por graves motivos de saúde, designadamente intervenções cirúrgicas, terão de entregar, na sua escola, até dia 17 de setembro de 2021, o documento previsto no n.º 2 do artigo 1.º da Deliberação n.º 691-A/2021, de 5 de julho, bem como o requerimento a solicitar a realização de provas e exames na época especial, com a especificação das respetivas disciplinas.

Requerimento (PDF)

 

ATUALIZADO

Divulga-se o calendário da 2ª fase dos Exames Nacionais e Provas de Equivalência à Frequência.

 

EXAMES FINAIS NACIONAIS e PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2021

 

De 2 a 6 de agosto decorrerão as inscrições para a 2.ª Fase de exame dos exames nacionais finais.

As inscrições para a realização dos exames finais nacionais e das provas de equivalência à frequência dos ensinos básico e secundário, são efetuadas através da plataforma de inscrição eletrónica em provas e exames, disponível em https://jnepiepe.dge.mec.pt , plataforma conhecida como PIEDE.

O manual de instruções pode ser consultado em https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/JNE/manual_de_instrucoes_piepe_2021_v2.pdf.

NOTA: Não criar nova conta, mas sim utilizar a criada para a inscrição da 1.ª Fase.

 

EM QUE CIRCUNSTÂNCIAS PODEM OS ALUNOS REALIZAR PROVAS NA 2.ª FASE DE EXAMES? (extrato do Guia Geral de Exames 2021, página 12)

Só podem ser admitidos à 2.ª fase dos exames finais nacionais e das provas de equivalência à frequência, mediante inscrição obrigatória os alunos que realizaram provas na 1.ª fase, desde que:
» Não tenham obtido aprovação nas disciplinas ou nos exames finais nacionais realizados na 1.ª fase como provas de ingresso;
» Pretendam realizar melhoria de nota em qualquer disciplina cujo exame tenham realizado na 1.ª fase, no mesmo ano escolar, relevando o seu resultado apenas como classificação de prova de ingresso,

A 2.ª fase destina-se ainda, mediante inscrição obrigatória, aos alunos que:
» Pretendam realizar provas ou componentes de prova de exames finais nacionais de disciplinas que não pertençam ao seu plano de estudos ou que decorram do seu percurso formativo próprio, desde que tenham realizado na 1.ª fase outro exame calendarizado para o mesmo dia e hora, sendo aqueles equiparados a exames da 1.ª fase, para todos os efeitos.
» Estejam excluídos por faltas na disciplina e que só podem inscrever-se para o respetivo exame final nacional na 2.ª fase desse mesmo ano letivo, na qualidade de autopropostos, de acordo com o estipulado na alínea b) do n.º 4 do artigo 21.º do Estatuto do Aluno e Ética Escolar, aprovado pela Lei n.º 51/2012, de 5 de setembro.

A inscrição na 2ª fase de Exames é feita no PIEPE!

 

PEDIDO

Informa-se que o pedido de Certificado de Habilitações realiza-se a partir de 2 de agosto, segunda-feira, através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..  

No pedido, tem de constar a identificação do aluno, nomeadamente, nome completo, N.º de Cartão de Cidadão ou N.º Interno (o mesmo indicado no PIEPE). Todos os pedidos enviados após as 16H30 são considerados como data do pedido, o dia útil seguinte.

 

LEVANTAMENTO

O Certificado de Habilitações poderá ser levantado presencialmente 3 dias úteis após o pedido.

Para o levantamento do Certificado de Habilitações será necessário cumprir os seguintes requisitos:
» Efetuar o pagamento do Certificado de Habilitações;
» Regularizar o pagamento da(s) inscrição(ões) nos Exames Nacionais/Provas de Equivalência à Frequência; 
» Ter devolvido todos os manuais escolares ao abrigo do Programa MEGA;
» Ter devolvido o KIT Informático ao abrigo do Programa "Escola Digital" (vem em).

PEDIDO

Informa-se que o pedido de Ficha ENES realiza-se a partir de 2 de agosto, segunda-feira, através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

No pedido, tem de constar a identificação do aluno, nomeadamente, nome completo, N.º de Cartão de Cidadão ou N.º Interno (o mesmo indicado no PIEPE). Todos os pedidos enviados após as 16H30 são considerados como data do pedido, o dia útil seguinte.

 

LEVANTAMENTO

A Ficha ENES poderá ser levantada presencialmente 2 dias úteis após o pedido.

Para o levantamento da Ficha ENES será necessário cumprir os seguintes requisitos:
» Efetuar o pagamento do Pedido da Ficha ENES;
» Regularizar o pagamento da(s) inscrição(ões) nos Exames Nacionais/Provas de Equivalência à Frequência; 
» Ter devolvido todos os manuais escolares ao abrigo do programa MEGA;
» Ter devolvido o KIT Informático ao abrigo do Programa "Escola Digital" (vem em).
 

Nos termos do artigo 16º do Despacho Normativo 10‑A/2021, de 22 de março , os alunos que faltarem à 1.ª fase dos exames finais nacionais ou das provas de equivalência à frequência, por motivos graves, de saúde ou outros que lhes não sejam imputáveis, podem, excecionalmente, realizar, na 2.ª fase, as provas ou os exames a que faltaram, desde que autorizados pelo Presidente do Júri Nacional de Exames, no caso dos alunos do ensino secundário, após análise caso a casosendo que a falta injustificada a uma prova da 1.ª fase impede o aluno de realizar essa prova na 2.ª fase. 

O encarregado de educação ou o aluno, quando maior, deve apresentar requerimento e a respetiva justificação ao diretor da escola no prazo de cinco dias úteis a contar do dia seguinte ao da realização da prova a que o aluno faltou, prazo após o qual os requerimentos serão liminarmente indeferidos.

Para o processo ser instruído pela escola devem ser entregues, além do requerimento, cópias dos  documentos emitidos por entidades competentes que comprovem inequivocamente a situação grave que impediu o aluno de efetuar as provas e exames na 1.ª fase.

Os alunos que se encontrem isolamento profilático/vigilância ativa/doença ativa, por determinação da Autoridade de Saúde, devido a infeção por SARS-CoV-2/COVID-19, para a realização de provas e exames finais nacionais na 2.ª fase, deverão apresentar um comprovativo de obrigatoriedade do confinamento.

A autorização de ida à 2.ª fase de exames como se da 1.ª fase se tratasse é matéria da responsabilidade da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES), pelo que se aguarda ainda uma decisão deste organismo.

Modelos de requerimento a apresentar:
» Aluno menor de idade
» Aluno maior de idade

Esta informação não dispensa a consulta do Despacho Normativo 10‑A/2021, de 22 de março.

Para mais informações contactar: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Informam-se todos os alunos com Classificação Final da Disciplina (CFD) inferior a 10 no final do ano letivo que:

» o prazo para a alteração da situação do Exame Nacional ou Prova de Equivalência à Frequência é de 48 horas após afixação das pautas.
» o requerimento é feito presencialmente nos Serviços Administrativos, em folha branca, assinado pelo encarregado de educação ou pelo próprio, no caso de aluno maior de idade.
» A inscrição do aluno no PIEPE é aberta na hora e a alteração pretendida efetuada de imediato, tal como a validação da alteração realizada.
 

NOVO

Divulga-se um resumo para os alunos da Norma 02/JNE/2021.