HomeProjetosEco-Escolas

Passeio Pedestre - Observar o Litoral

No âmbito do Projeto Eco-Escolas, vai realizar-se um passeio ao litoral (Praia de Ribeira d’lhas), no próximo dia 21 de maio (sábado).

Esta atividade proporcionará, certamente, um agradável passeio, em plena natureza, numa manhã primaveril.

Convida-se toda a comunidade educativa. Assim, professores, alunos e funcionários poderão vir acompanhados pelos membros da família e amigos que tenham interesse em participar. O valor da inscrição é de 1,5 euros que reverte para o Projeto de Solidariedade da Escola.

É necessário levar roupa e calçado confortável, água, chapéu e protetor solar.

Os alunos podem obter a ficha para autorização dos encarregados de educação no PBX ou AQUI.

Local de encontro em Ribeira d'Ilhas - Parque de Estacionamento junto à Praia, com hora prevista de partida às 9h00 e chegada às 13h00.

Passeio a Ribeira d'Ilhas - 4 de junho

Os professores responsáveis
Paulo Passos, Guilhermina Galego, Eugénia Pestana e Martinho Rangel

Dia da Floresta Autóctone - 23 de novembro

A 23 de novembro celebra-se o Dia da Floresta Autóctone, a floresta que é constituída por árvores de espécies originárias do nosso território como os carvalhos, os sobreiros e as azinheiras (que também são carvalhos), os castanheiros, os medronheiros, os azereiros, os loureiros, os azevinhos..., e que estão adaptadas ao nosso clima.

A floresta autóctone portuguesa é formada por árvores de crescimento tipicamente mais lento do que as espécies de árvores introduzidas, mas que adquiriram a capacidade de melhor resistir a longos períodos de seca com temperaturas elevadas e intercalados por chuvas relativamente intensas. São florestas também resilientes aos incêndios, que fustigam regularmente os territórios do sul da Europa.

Novembro é a época ideal para plantar árvores de espécies autóctones. Uma sugestão adicional - em março, no Dia Internacional das Florestas, aproveite para verificar se as jovens árvores necessitam de rega.

in: http://www.icnf.pt/portal/agir/comemora/d_flor_auto

Horta biológida da ESJS

Tendo como objetivo dar continuidade à atividade "horta biológica", inserida no programa Eco-Escolas e iniciada no ano letivo anterior, vimos solicitar a participação e consequente inscrição para atribuição dos canteiros.

Lembramos que esta atividade se destina a toda a comunidade escolar.

Cada canteiro será atribuído a um grupo que ficará responsável pela sua manutenção e terá liberdade para escolher as plantas a semear e ou a plantar.

À semelhança do ano letivo anterior, os produtos podem ter vários destinos, nomeadamente venda, confeção de alimentos, concursos, etc..

Se quiser colaborar, contacte um dos seguintes professores: Eugénia Pestana, Guilhermina Galego, Luísa Fachada ou Martinho Rangel e o Sr. Alfredo.

Desde já se informa que, sendo este um projeto de continuidade, existem canteiros já atribuídos do ano anterior, que se manterão, com os mesmos responsáveis, neste ano letivo.

Agricultores precisam-se……

Profs. Eugénia Pestana e Guilhermina Galego

hortabiologica.png

Divulgação - Nova campanha de recolha de REEE

No âmbito do projeto Geração Depositrão 7, vai decorrer, até 28 de maio, uma nova campanha de recolha de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE) para reciclagem.

Podem colocar os REEE no Depositrão que está localizado próximo da escadaria de acesso aos laboratórios.

Além dos pequenos eletrodomésticos em fim de vida (secadores de cabelo, varinhas mágicas, batedeiras, torradeiras, fritadeiras, aspiradores, telefones/telemóveis, relógios, balanças de cozinha, computadores, impressoras, etc.) podem trazer outros de maiores dimensões (máquinas de lavar e secar roupa, fornos, fogões, frigoríficos, arcas congeladoras, aparelhos de ar condicionado,...), desde que o prazo seja cumprido.

Também há uma caixa para recolha de lâmpadas e outra para pilhas e baterias.

Para o esclarecimento de qualquer dúvida, poderão contactar-me. Na 1.ª fase da campanha (em dezembro), foram recolhidos 227 kg de REEE e 15,5 kg de pilhas e baterias. Agradeço que colaborem na divulgação desta campanha.

Prof. Paulo Passos

Divulgação - Horta Biológica

Amanhã será feita a primeira colheita da nossa horta biológica: couves-portuguesas e alfaces.

Há novos canteiros por atribuir. Quem estiver interessado em formar um grupo, com alunos, para cultivar um canteiro, pode contactar-me.

Prof. Paulo Passos

Horta1.jpg Horta2.jpg Horta3.jpg Horta4.jpg

Passeio Pedestre: Aldeia da Mata Pequena - Cascata do Rio Mourão

No âmbito do Projeto Ambiente, vai realizar-se um passeio pedestre no próximo dia 25 de abril (sábado). Será na zona de Cheleiros e tem como atrativo principal a passagem pela cascata do Rio Mourão (Anços).

O percurso terá cerca de 9 km, dificuldade moderada e a duração prevista de 4 horas. Podem participar outras pessoas. Os alunos podem obter a ficha para autorização dos encarregados de educação no PBX ou AQUI.

Para fazer a inscrição basta enviar um email indicando o número de participantes, até 23 de abril.

O encontro será na Aldeia da Mata Pequena, às 9h00 (indicações para chegar à Aldeia da Mata Pequena).

É necessário levar roupa, chapéu e calçado adequados às condições meteorológicas. Também é conveniente levar água e lanche.

O Coordenador do Projeto Ambiente

Divulgação - Mapeamento de plantas invasoras

Divulgo o seguinte projeto que visa o mapeamento de espécies de plantas invasoras: Precisamos de ajuda para colocar as plantas invasoras no mapa - Plantas Invasoras em Portugal. Se alguém estiver interessado em participar, poderá contactar-me. A inscrição terá que ser feita até 6 de março.

Aproveito para sugerir uma visita ao site invasoras.pt onde é possível conhecer as espécies de plantas invasoras em Portugal e tomar consciência dos problemas ambientais que resultam da expansão das mesmas.

Nesta altura do ano, é frequente observarmos as inconfundíveis acácias, com as suas flores amarelas. Apesar da beleza, representam um grave problema ambiental. Infelizmente, no concelho de Mafra tem havido uma rápida expansão de acácias, ervas-das-pampas, chorões, árvore-do-incenso e muitas outras plantas invasoras. Se nada for feito para as combater, a vegetação natural ficará irremediavelmente descaracterizada e algumas espécies autóctones desaparecerão.

Prof. Paulo Passos

Divulgação - Horta biológica na Escola

No âmbito do Projeto Ambiente / Programa Eco-Escolas, está prevista a criação de uma horta biológica na escola.

Com a aproximação da primavera e estando quase prontas as infraestruturas necessárias, estão reunidas as condições para dar início à implementação do projeto.

Existem seis canteiros. Cada um será atribuído a um grupo que ficará responsável pela sua manutenção e terá liberdade para escolher as plantas a semear ou plantar.

Esta atividade destina-se a toda a comunidade escolar. Assim, podem ser constituídos grupos de alunos da mesma turma ou de turmas diferentes. Cada grupo deve ter, no mínimo, um professor responsável. Os assistentes operacionais e os funcionários administrativos também podem participar.

Para definir os grupos, atribuir os canteiros e tratar de outros aspetos práticos (nomeadamente, indicações sobre horticultura biológica) haverá uma reunião no dia 4 de março (quarta-feira), às 17 horas, no auditório pequeno.

Canteiros da horta biológica

Prof. Paulo Passos

Divulgação - Dia Mundial das Zonas Húmidas

Comemora-se hoje, 2 de de fevereiro, o Dia Mundial das Zonas Húmidas. Estas são zonas muito importantes para o equilíbrio dos ecossistemas e para a conservação da biodiversidade.

Para assinalar esta data, mostramos algumas fotos que ilustram a evolução dos dois charcos existentes no espaço exterior da nosa escola. Um deles foi criado há menos de um ano, junto à estação meteorológica. O outro, conhecido como "lago", foi criado em 2007.

Sugiro também uma visita ao site do Projeto Charcos com Vida, onde é possível ficar a conhecer melhor o que são charcos e qual a sua importância. Neste site, também estão disponíveis jogos e materiais que podem ser utilizados em atividades pedagógicas.

https://www.youtube.com/watch?v=RAxaC2Q-laE

Quem estiver interessado em colaborar na monitorização e manutenção dos charcos pode contactar-me.

Prof. Paulo Passos

Pág. 1 de 2

Copyright © 2014 Escola Secundária José Saramago – Mafra. Todos os direitos reservados.
Joomla templates by Joomlashine